(35) 3721-9373 Segunda - Sexta: 08:30 - 18:00

Organizar as férias em família e fazer a contagem regressiva para a data do embarque pode ser emocionante, mas zelar pela segurança da sua residência deve fazer parte dos planos da viagem. Janeiro e fevereiro são os meses mais escolhidos para o descanso familiar e pessoas má intencionadas também sabem disso. Para evitar contratempos e dores de cabeça, confira estas dicas para proteger o seu apartamento durante as férias!

1 – Discrição é a chave

Por mais que dê aquela vontade de contar pra todo mundo e postar nas redes sociais qual será o seu próximo destino, é essencial para a segurança do seu imóvel que poucas pessoas saibam onde vocês estarão e quando tempo vão passar fora.

Se essa informação cai em mãos erradas, pode colocar todas as outras etapas em risco.

2 – Tenha pessoas de confiança

Seja o síndico, um vizinho ou um parente de confiança, é bom para a rotina deixar alguém ciente de que a família está viajando, para que ela monitore as atividades incomuns que possam acontecer, ou mesmo regar plantas e alimentar os pets.

3 – Tranque tudo

Nada de chave debaixo do tapete! Caso você não tenha a pessoa de confiança, a sugestão é trancar todos os cômodos do apartamento, principalmente aqueles com equipamentos caros, e levar a chave com você.

Uma outra opção pode ser a de trancar todos os itens de valor em um cômodo só. E, claro, antes de sair, verifique se todas as chaves e cadeados funcionam.

4 – Verifique luzes e janelas

Antigamente, a tática usada era a de deixar luzes ligadas para que possíveis ladrões achassem que há alguém em casa. Hoje, essa tática pode ser considerada um tiro no pé, já que as luzes ficam acesas durante o dia e entregam que a residência está sem os moradores.

As janelas devem ser fechadas para evitar que alguém entre por ela e também para proteger móveis e equipamentos de chuva e acúmulo de poeira.

5 – Feche bem torneiras e saída de gás

Imagina chegar em casa de uma longa viagem e descobrir o apartamento alagado por causa de uma torneira que ficou aberta durante dias. Além da conta altíssima de água, você vai ter que lidar com todo o estrago causado pela água.

Por isso, é importante verificar e até fechar os registros de água, se possível. O mesmo cuidado vale para saídas de gás, que podem vazar e ocasionar uma explosão.

6 – Verifique a segurança do seu condomínio

Alarmes, portões eletrônicos e cercas elétricas podem ser alguns itens de segurança básicos para a segurança de um condomínio. Nós explicamos nesse post como verificar se o seu condomínio é seguro. Algumas soluções podem ser sugeridas em reuniões de condomínio.

7 – Contrate um seguro residencial

Imprevistos acontecem e um seguro residencial pode ser importante para cuidar do seu imóvel e dos bens que estão dentro dele. Um seguro para o seu apartamento, de acordo com a apólice contratada, pode cobrir, além de furtos, curto circuitos, incêndios e oferecer até serviços de manutenção.

8 – Reforce a tranca da porta principal

Proteção nunca é exagero. Invista em trancas auxiliares, como uma que exija senha para liberar a entrada ou mesmo uma que solicite a impressão digital do morador.

9 – Invista em automação residencial

Já existe tecnologia que permite você monitorar o seu apartamento diretamente do seu computador ou smartphone, não importa onde esteja. Veja aqui neste post o que a automação residencial pode proporcionar para você.

Depois de seguir essas dicas é só pegar as malas e partir para a viagem. Ah, não se esqueça de trancar a porta! Você tem outras dicas de segurança? Compartilhe com a gente aqui nesse post!

Efficiente Ville Downtown

Deixe uma resposta

Fechar Menu